Homem vende água doada para o RS e ataca equipe da rede Globo ao ser flagrado

Equipe do Fantástico, da Rede Globo, foi atacada por um homem que estava vendendo água doada para a população do Rio Grande do Sul.

Guilherme Ferreira de Souza foi filmado negociando doações de água enviadas para os moradores de Canoas, uma das cidades mais afetadas pela tragédia no sul do País. Ao saber do ocorrido, a equipe do Fantástico fingiu interesse em adquirir água e marcou um encontro com o homem.

No local marcado, o repórter informou ser jornalista e questionou Guilherme sobre a venda da água doada. "Ninguém está pegando, eu preciso acabar com essa água [...]", respondeu o homem

Ele alegou que não concordava com o uso da imagem para a reportagem e em seguida partiu para cima do cinegrafista da Globo. O programa alegou que os repórteres abriram um boletim de ocorrência contra o homem. A produção afirmou que câmera usada foi danificada.

Guilherme foi à delegacia, prestou depoimento e foi liberado. A água que estava sendo comercializada por ele foi distribuída em um centro da prefeitura de Canoas.