Concurso TSE Unificado tem 395 vagas e salários de até R$ 13,9 mil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou nesta quarta-feira, 29, o edital do concurso unificado da Justiça Eleitoral. Está previsto o preenchimento de 395 vagas, além de formação de cadastro reserva, com salários de até R$ 13.994,78. O período de inscrição começa na próxima terça-feira, 4 de junho, a partir das 10h, e vai até 18 de julho, às 18h. A aplicação das provas está prevista para o dia 22 de setembro.

A inscrição será realizada por meio do site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), banca organizadora do exame. Para o cargo de analista judiciário, que possui 126 vagas, a taxa de inscrição é de R$ 130; para o de técnico judiciário, com 269 vagas, o valor é de R$ 85.

É possível pedir isenção da taxa de inscrição, mediante condições previstas no edital. Cada cargo possui áreas de atuação e especialidade distintas e, no total, o concurso do TSE prevê 21 opções de carreira.

O concurso é unificado por reunir, em um só certame, vagas para tribunais da Justiça Eleitoral em todo País. Os cargos serão distribuídos para a sede do TSE, em Brasília, e para os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). Somente o TRE do Tocantins, que já tem concurso público em andamento, não foi contemplado.

Conforme resolução do TSE do ano passado, está prevista a reserva de 20% das vagas para pessoas negras, 10% para pessoas com deficiência e 3% para pessoas indígenas.

Confira os cargos e remunerações iniciais:

- Analista judiciário, área administrativa. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área administrativa, especialidade contabilidade. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade arquitetura. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade arquivologia. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade biblioteconomia. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade enfermagem. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade engenharia civil. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade engenharia elétrica. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade engenharia mecânica. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade estatística. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade medicina (clínica médica). Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade medicina (psiquiatria). Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade medicina do trabalho. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade odontologia. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade psicologia. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade serviço social. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área apoio especializado, especialidade tecnologia da informação. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Analista judiciário, área judiciária. Remuneração inicial: R$ 13.994,78;

- Técnico judiciário, área administrativa. Remuneração inicial: R$ 8.529,65;

- Técnico judiciário, área administrativa, especialidade agente de polícia judicial. Remuneração inicial: R$ 8.529,65, acrescida de R$ 1.243,91 (Gratificação de Atividade de Segurança - GAS), totalizando R$ 9.773,56;

- Técnico judiciário, área apoio especializado, especialidade programação de sistemas. Remuneração inicial: R$ 8.529,65;

Para mais informações, consulte o edital completo do concurso unificado da Justiça Eleitoral.