SP tem a menor temperatura do ano, com 11ºC, aponta Inmet

A cidade de São Paulo registrou a menor temperatura mínima do ano na madrugada desta quarta-feira, 29, de acordo com a Defesa Civil do Estado de São Paulo. Por volta das 4 horas, os termômetros da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) do Mirante do Santana registraram temperatura de 11°C. A menor temperatura mínima registrada até o momento, havia sido de 14,2°C no dia 19 de abril. Para os próximos dias, incluindo o feriado de Corpus Christi, celebrado nesta quinta-feira, 30, a expectativa é de frio e tempo seco. Não há previsão de chuva.

Nesta quarta-feira, o dia amanheceu gelado na capital paulista com termômetros em média na casa dos 10°C. "Entretanto, nos bairros mais afastados do centro expandido, principalmente no extremo da zona sul, a sensação de frio foi maior. Engenheiro Marsilac, distrito de Parelheiros, registrou mínima de 4,8°C", afirma o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo. O dia deve ser marcado por sol entre poucas nuvens e pequena amplitude térmica, gerando desta forma sensação de frio no decorrer dia.

Nos próximos dias, as temperaturas se mantêm baixas, com madrugadas e noites geladas na capital paulista e cidades vizinhas da Grande São Paulo, de acordo com o órgão municipal.

Conforme a Climatempo, o desenvolvimento de uma segunda frente fria no decorrer da terça-feira, 28, trouxe o ar frio a partir da noite de terça para praticamente todas as regiões paulistas.

Na quinta-feira, o cenário atmosférico permanece inalterado na cidade de São Paulo. "A madrugada deve ser fria com termômetros ao redor dos 10°C e abaixo deste valor nas regiões mais periféricas e distantes do centro expandido da cidade, principalmente no extremo da zona sul.

Na sexta-feira, 31, último dia do mês, o ar frio segue atuando com mais uma madrugada gelada e termômetros em torno dos 11°C. Mesmo com a presença do sol ao longo do dia, a sensação será de bastante frio. A máxima fica em torno dos 18ºC.

De acordo com a Meteoblue, a temperatura máxima começa a subir um pouco entre sábado, 1º, e domingo, 2, ficando na casa dos 20ºC. A tendência deve ser mantida no início da próxima semana.

Veja a previsão do tempo para os próximos dias em São Paulo:

- Quinta-feira: entre 11ºC e 16ºC;

- Sexta-feira: entre 11ºC e 18ºC;

- Sábado: entre 12ºC e 22ºC;

- Domingo: entre 13ºC e 24ºC.

Segundo a Climatempo, na Baixada Santista e no litoral norte, a expectativa é de muitas nuvens, alguns períodos com garoa e chuva fraca pelo menos até sexta-feira. No interior paulista, a previsão é de tempo firme e dias ensolarados, mas sem o calorão intenso.

Operação Baixas Temperaturas na cidade de São Paulo

Com a previsão de frio intenso nos próximos dias, a Prefeitura de São Paulo retomou na segunda-feira, 27, a Operação Baixas Temperaturas (OBT), acionada sempre que os termômetros ou sensação térmica atingem 13°C ou menos.

Ao menos dez tendas foram montadas em pontos estratégicos das cinco regiões da cidade para atendimento e acolhimento da população em situação de rua ou vulnerabilidade.

Segundo o município, em 30 de abril foi publicada a portaria intersecretarial 514/2024, que estabelece o Plano de Contingência para Situações de Baixas Temperaturas, com vigência até 31 de outubro de 2024.

As tendas funcionam das 18h à 0h, e ofertam alimentos como sopa, pão, chocolate quente, chá e água. "Além disso, são distribuídos cobertores e feitos os encaminhamentos para serviços de acolhimento da rede socioassistencial. As tendas contarão também com profissionais da saúde que farão a atualização vacinal dos atendidos, se necessário", afirma a prefeitura.

Durante a vigência da operação, haverá aumento de vagas em serviços da rede socioassistencial já existentes e criação de novos serviços para acolhimento emergencial. Até o momento, já estão disponibilizadas 1.200 vagas emergenciais e de acolhimento.

Com relação aos pets, veterinários atuarão nas tendas para examinar os animais companheiros das pessoas em situação de rua. Serão distribuídos para eles potes para hidratação e petiscos.

A população em geral pode ajudar às pessoas em situação de rua solicitando uma abordagem social por meio da central 156. A ligação é gratuita.