Itália cobra resposta rápida dos EUA sobre espionagem

ROMA, 23 FEV (ANSA) - O Ministério das Relações Exteriores da Itália cobrou do embaixador norte-americano no país, John Phillips, um rápido esclarecimento sobre as denúncias de que a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) espionara conversas privadas do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi.   

"Reiteramos a viva expectativa italiana de ter esclarecimentos o mais rapidamente possível", declarou o secretário-geral da Farnesina, Michele Valensise. Já a presidente da Câmara dos Deputados Laura Boldrini afirmou que as acusações feitas pelo "WikiLeaks" são "muito graves". "É uma inaceitável ação de espionagem que joga sombra nas relações entre países aliados", disse. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos