Mulher decapita criança e ameaça se explodir em Moscou

MOSCOU, 29 FEV (ANSA) - Uma mulher do Uzbequistão, identificada como Gulchekra Bobokulova, 39 anos, decapitou uma criança de quatro anos e ameaçou se explodir na entrada de uma estação de metrô de Moscou enquanto gritava "Allah Akbar" ("Alá é Grande"), na Rússia, nesta segunda-feira (29).   

Segundo o portal russo "LifeNews", a uzbeque era babá da menina, identificada como Nastya M, e cometou o crime assim que os pais e o irmão mais velho da criança deixaram a residência.   

Bobokulova ainda ateou fogo no apartamento da família, onde os bombeiros encontraram o corpo da menina sem a cabeça após apagarem o fogo.   

O site conta que a reconstituição apontou que a criança foi morta enquanto estava dormindo e a cabeça decepada foi colocada em um saco plástico. Após atear fogo, ela saiu transtornada pelas ruas da capital e, em frente à estação Oktiabriskoie Pole, ameaçou ativar explosivos enquanto "louvava" Alá. A área foi interditada pelas autoridades e a mulher foi presa carregando a cabeça da menina nas mãos.   

Exames apontaram a presença de material explosivo nas mãos e braços de Bobokulova, mas os investigadores ressaltam que pode ser apenas "a mistura combustível" que ela utilizou para colocar fogo no apartamento.   

Ainda de acordo com o "LifeNews", os pais da criança estão em estado de choque porque disseram que a babá era uma pessoa "profissional" e "confiável". Porém, ela estaria com problemas de relacionamento com seu marido, do qual estava se separando, e aparentava estar "nervosa" nos últimos tempos. Não há ligações terroristas aparentes no caso.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos