Em exortação, Papa condena violência contra as mulheres

CIDADE DO VATICANO, 8 ABR (ANSA) - Em sua nova exortação apostólica "Amoris Laetitia" ("A Alegria do Amor", em tradução do latim), o papa Francisco condenou a violência contra as mulheres, a mutilação genital feminina e a discriminação dentro do ambiente de trabalho, o que chamou de "inaceitável".   

Alguns países têm "muito trabalho para fazer" no que diz respeito aos direitos das mulheres, declarou. O Pontífice argentino ainda condenou "a violência, física e sexual" que algumas mulheres sofrem dos próprios parceiros, "o que contradiz a própria natureza da união conjugal".   

Francisco também criticou a "a comercialização do corpo feminino na atual cultura midiática". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos