Festival de Cinema de Roma terá maior edição de sua história

ROMA, 30 SET (ANSA) - Com apenas 10 anos de criação, o Festival Internacional de Cinema de Roma, será, nesta 11° edição, a maior de todas. A programação ocorre entre os dias 13 e 23 de outubro.   


O diretor artístico do evento, Antonio Monda, antecipou no site oficial alguns detalhes e eventos do festival. Diferente do Festival de Veneza, a mostra de cinema de Roma têm conceitos mais interativos com o público, além das exibições dos filmes que concorrerão prêmios. Este ano, haverá um espaço reservado para homenagens, retrospectivas e encontros com diretores e atores. Entre os confirmados, estão a atriz Meryl Streep e o ator Tom Hanks. O que não vai faltar são estrelas da sétima arte: Roberto Benigni, Meryl Steep, Oliver Stone, Tom Hanks, e mais 28 nomes de peso marcarão presença na festa. A presidente da Fundação Cinema para Roma, Piera Detassis, ainda disse que será uma grande festa de mistura de gêneros e com a missão envolver o público. Já Monda definiu o evento com as palavras ''descontinuidade, variedade, qualidade e internacional - já que 26 países serão representados''. Entre os 44 concorrentes do prêmio oficial, chamado de "Marco Aurélio", estão 11 filmes italianos, e entre eles, o tema pertinente é o desemprego. Alguns títulos são: "7 minuti", de Michele Placido, "Maria per Roma", de Karen Di Porto, "Naples '44'", de Francesco Patierno e "Sole cuore amore", de Daniele Vicari. Mas, o longa que abrirá as sessões será o norte-americano "Moonlight", dirigido por Barry Jenkins. Intenso e poético, a obra narra a história de um garoto negro que procura seu lugar no mundo. Entre o gênero de documentários, um dos mais esperados é a produção que acompanhou a banda de rock Rolling Stones na turnê na América do Sul, que aconteceu nos primeiros meses de 2016, a "Rolling Stones Ole Ole".   


"Diversidade em todos os sentidos, da sexualidade à religião" é o tema do evento que custará 3,5 milhões de euros (o mesmo valor do ano passado). Além disso, serão realizadas algumas ações solidárias e de promoção de cultura, como as sessões de filmes que serão feitas na prisão de Rebibbia e a arrecadação para as vítimas do terremoto na região central da Itália, ocorrido em 24 de agosto, em parceria a outras instituições. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos