TAS rejeita recurso e Blatter segue afastado por 6 anos

SÃO PAULO, 5 DEZ (ANSA) - O ex-presidente da Fifa Joseph Blatter afirmou nesta segunda-feira, dia 5, que o recurso apresentado por ele à Corte Arbitral do Esporte (CAS) contra a sua suspensão de seis anos de qualquer atividade relacionada ao futebol foi rejeitado. "É difícil para mim aceitar essa decisão. Mas fiquei 41 anos na Fifa e aprendi que no esporte se vence, mas também se pode perder. De qualquer forma, eu penso com gratidão nos anos que passei realizando os meus ideais futebolísticos trabalhando para a Fifa", afirmou Blatter, que também disse que "do modo como o caso progrediu, nenhum outro veredito poderia ser esperado". Com a rejeição do recurso, o empresário suíço continuará sem poder participar de qualquer atividade relacionada com futebol por seis anos, o que começou em 8 de dezembro de 2015. Além disso, o ex-presidente da Fifa também deverá pagar uma multa de 50 mil francos suíços. Em 2011, Blatter desrespeitou o Código de Ética da Fifa devido a um pagamento de 2 milhões de francos suíços para o ex-presidente da Uefa, Michel Platini, realizado para quitar um acordo verbal entre os dois por serviços prestados entre 1999 e 2002. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos