Icardi pode pagar multa de 13,5 mil euros por falas em livro

ROMA, 22 FEV (ANSA) - O capitão da Inter de Milão, Mauro Icardi, poderá pagar uma multa de 13,5 mil euros por incentivar agressões contra torcedores em um trecho de sua polêmica biografia, publicada em outubro do ano passado.   


Segundo fontes contaram à ANSA, o atacante concordou com uma sanção pecuniária em uma audiência com a Procuradoria da Federação Italiana de Futebol (Figc) e a medida não teve oposição do presidente da entidade, Carlo Tavecchio. Já a Inter terá que pagar uma multa de 6,5 mil euros.   


No texto, Icardi dizia que, por causa das constantes críticas dos ultràs - como são conhecidos os organizados italianos - iria chamar "criminosos da Argentina para matá-los".   


Na época da divulgação do livro, a citação causou confusão e protesto por parte da torcida contra o capitão do time e problemas internos na equipe de Milão. Por causa disso, a biografia foi reimpressa sem a polêmica fala.   


No entanto, a Procuradoria da Figc abriu uma investigação contra o jogador por ter "feito referência em sua autobiografia de fatos ligados à conduta violenta e expressões injuriosas, ofensivas e deseducativas constituindo um incitamento à violência". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos