Mostra com colaboração da ANSA celebra 60 anos da UE

ROMA, 24 MAR (ANSA) - A Itália é protagonista de uma bela exposição feita em colaboração com a ANSA e que foi inaugurada nesta sexta-feira, dia 24, no antigo planetário da capital italiana, em ocasião do aniversário de 60 anos do Tratado de Roma, um dos documentos de fundação da União Europeia, que será comemorado neste sábado (25) no país.   


Segundo o subsecretário de Políticas Europeias, Sandro Gozi, que inaugurou a mostra "L'Italia in Europa, L'Europa in Italia" ("A Itália na Europa, a Europa na Itália"), ela "é uma mostra que lembra o grande sucesso da Europa, que passou da geração Auschwitz à geração Erasmus". "É uma exposição muito interativa, dedicada principalmente aos jovens. A eles devemos relembrar o que a Europa foi, porque o presente e o futuro da Europa depende mais deles que de nós", afirmou o italiano que ressaltou que é preciso "fazer um trabalho de memória" para "relançar a União Europeia", "o objetivo da cúpula de 25 de março e da Declaração de Roma". A mostra conta com 102 fotos e outros 27 conteúdos multimídia, como vídeos, que contam a história de grandes eventos relacionados à criação e ao desenvolvimento do grupo europeu e dos protagonistas e fatos que mudaram a cara da Europa e do mundo. As imagens vão desde a realidade do pós-guerra à reconstrução dos países, passando pelos tratados e pela criação do euro até chegar à crise migratória atual do velho continente. Como Gozi afirmou, a exposição consegue ser bem interativa graças a um aplicativo criado para a ocasião que permite com que os visitantes conheçam as histórias por detrás das fotos junto ao seu contexto e relação com a União Europeia apontando seus celulares e tablets para elas. "Os jovens de hoje pensam que o mundo sempre foi assim, e ao olhar as fotos poderão descobrir de onde vem a Europa", observou o vice-diretor da ANSA, Stefano Polli, lembrando que a agência de notícias italiana "colocou à disposição os seus arquivos históricos para a realização da mostra".   


"Estas fotografias se iniciam com os escombros da Segunda Guerra Mundial, com o desespero dos cidadãos europeus daqueles anos, e nos fazem ver onde chegamos, terminando com o desespero dos outros cidadãos de países do Oriente Médio e da África que querem chegar à Europa, que hoje é um polo de democracia, de paz e de bem-estar", disse Polli. A exposição, que fica em Roma até o dia 30 deste mês, também passará por várias outras cidades, como Milão (de 19 a 23 de abril) e Ventotene (24 de maio a 9 de junho). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos