Filme sobre loucura leva David di Donatello, o Oscar italiano

ROMA, 27 MAR (ANSA) - O longa "Loucas de alegria" ("La pazza gioia"), de Paolo Virzì, venceu o prêmio de melhor filme na 61ª edição do David di Donatello, considerado o Oscar do cinema italiano.   


A comédia dramática, que narra a história da amizade entre duas mulheres tidas como socialmente perigosas e que vivem em um manicômio feminino, estreou no Festival de Cannes do ano passado, quando foi aplaudida por mais de 10 minutos. No Brasil, "Loucas de alegria" abriu a 8 ? Festa do Cinema Italiano.   


A produção também levou as estatuetas (que reproduzem o célebre Davi esculpido por Donatello e exposto em Florença) de melhor diretor, com Paolo Virzì; atriz protagonista, com Valeria Bruni Tedeschi, que derrotou a colega de cena Micaela Ramazzotti; melhor cenógrafo, com Tonino Zera, e melhor cabeleireiro, com Daniela Tartari.   


Por sua vez, Stefano Accorsi venceu o prêmio de melhor ator protagonista por seu papel em "Veloz como o vento" ("Veloce come il vento"), de Matteo Rovere. Já o filme britânico "Eu, Daniel Blake", de Ken Loach, faturou o título de melhor filme da União Europeia - a saída do Reino Unido do bloco ainda não foi concretizada -, enquanto o norte-americano "Animais noturnos", de Tom Ford, foi eleito o melhor filme estrangeiro.   


A cerimônia do David di Donatello ocorreu em um conjunto de estúdios cinematográficos em Roma, capital da Itália. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos