Pokémon Go

Jovem russo pode ser condenado por jogar Pokémon Go em igreja

Em Moscou

  • Youtube/ Sokolovsky!

    Ruslan Sokolovsky joga Pokémon Go dentro da igreja, na cidade de Yekaterinburg, Rússia

    Ruslan Sokolovsky joga Pokémon Go dentro da igreja, na cidade de Yekaterinburg, Rússia

Um promotor russo pediu a prisão de um jovem de 22 anos por ter jogado "Pokémon Go" dentro de uma igreja do país.

Ruslan Sokolovsky foi acusado, em agosto do ano passado, de incitar ódio religioso ao se filmar enquanto jogava o game dentro da igreja, na cidade de Yekaterinburg. Na gravação, Sokolovsky aparece zombando do cristianismo e comparando Jesus a um personagem do jogo.

O jovem russo chegou a citar na filmagem uma reportagem local que ameaçava multar e prender quem jogasse Pokémon Go dentro de igrejas russas. O vídeo foi divulgado na internet e, logo em seguida, promotores públicos pediram a prisão de Sokolovsky, que ficou encarcerado por três meses.

No momento, o jovem russo segue em prisão domiciliar e aguarda a sentença final do juiz, que está prevista para sair no próximo dia 11. O promotor disse à Corte que não via razão para isentar Sokolovsky de sua responsabilidade e pediu três anos e meio de reclusão para o jovem.

Vladimir Zhabrikov/ AP
3.set.2016 - Ruslan Sokolovsky é conduzido por policiais em tribunal em Yekaterinburg

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos