Netflix suspende gravações de House of Cards por caso Spacey

NOVA YORK, 31 OUT (ANSA) - Em meio ao escândalo da denúncia de que o ator Kevin Spacey abusou de um menor de idade em 1986, a Netflix decidiu suspender por "tempo indeterminado" as gravações da sexta temporada de "House of Cards".   


Na ficção, Spacey interpretra o personagem principal da trama, Frank Underwood.   


"A Media Rights Capital [produtora da série] e a Netflix decidiram suspender a produção da sexta temporada de House of Cards, até segunda ordem, para que tenhamos tempo de reavaliar a situação atual e sanar qualquer preocupação com o nosso elenco e equipe", informaram em um comunicado conjunto.   


Ontem (30), foi anunciado que essa seria a última temporada da série, uma das que atingiu maior sucesso na plataforma de streaming. Ao todo, "House of Cards" recebeu 53 indicações ao Prêmio Emmy, o mais importante da TV norte-americana, e ganhou sete deles.   


No último domingo (29), o ator Anthony Rapp acusou Spacey de tentar seduzi-lo em 1986, quando ele tinha 14 anos. O astro disse não se lembrar do episódio, mas pediu desculpas por um "comportamento bêbado e profundamente inapropriado". Em sua retratação, Spacey também anunciou que é homossexual, motivando uma onda de críticas daqueles que acreditam que o ator resolveu revelar sua opção para abafar a denúncia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos