Totti confirma que não quer ser treinador

ROMA, 28 DEZ (ANSA) - O ex-jogador e agora dirigente da Roma, Francesco Totti, comentou nesta quinta-feira (28) em uma entrevista em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, que não dará sequência na carreira de treinador.   


De acordo com o ídolo gialorosso, no momento, ele está pensado em "fazer outra coisa" no meio futebolístico. "Até o ano passado eu estava pensando apenas em jogar, agora, tenho outras prioridades como investir e promover a Roma em todo o mundo", disse Totti.   


"Quase todos os meus antigos colegas quando terminaram a carreira de jogador, imediatamente viraram treinador, já era um pensamento que eles tinham em mente. Penso em fazer outra coisa agora", acrescentou.   


Pouco depois de encerrar a carreira de jogador, Totti começou um curso de treinador da Uefa, mas após duas semanas de aula resolveu abandonar o curso, dando lugar ao seu ex-companheiro de equipe Simone Perrotta.   


O ex-camisa 10, de 41 anos, aposentou-se na temporada passada, após mais de 750 jogos e 300 gols pela Roma. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos