PUBLICIDADE
Topo

Ex-campeão mundial italiano pode pegar 6 anos de prisão

23/05/2018 14h52

REGGIO EMÍLIA, 23 MAI (ANSA) - O ex-atacante Vincenzo Iaquinta, campeão mundial com a Itália em 2006, poderá pegar uma pena de seis anos de prisão por supostos vínculos com a máfia 'Ndrangheta.   


A pena foi solicitada pela Direção Distrital Antimáfia (DDA) de Bolonha, no norte do país. Além do suposto envolvimento com a máfia italiana, Iaquinta é acusado de ter se envolvido em crimes relacionados com armas de fogo.   


O caso é fruto de um processo da DDA chamado Aemilia, que investiga a infiltração da 'Ndrangheta na região da Emília-Romanha. A investigação é a maior da história já feita contra a máfia calabresa no norte da península.   


Mais de 140 pessoas tiveram seus pedidos de prisão decretados, e um deles é o pai de Iaquinta, Giuseppe, que pode pegar uma pena de 19 anos de reclusão.   


Diversos suspeitos são acusados de terem ajudado a 'Ndrangheta a lucrar ilegalmente com projetos de reconstrução de edifícios na Emília-Romanha, após dois terremotos terem atingido a região em 2012.   


Já outros suspeitos foram acusados de terem ajudado a 'Ndrangheta a se infiltrar no norte do país, onde a presença da organização mafiosa é tradicionalmente mais fraca.   


Aos 38 anos, Iaquinta se aposentou em 2013 e coleciona passagens pela Udinese, Juventus e Cesena. Na seleção italiana disputou 40 partidas e marcou seis gols, conquistando, em 2006, na Alemanha, a Copa do Mundo pela "Azzurra".(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.