PUBLICIDADE
Topo

Mostra sobre feminicídio em BH gera confusão durante eleição

28/10/2018 18h47

SÃO PAULO, 28 OUT (ANSA) - Uma exposição sobre feminicídio dentro de uma escola de Belo Horizonte, em Minas Gerais, gerou confusão neste domingo (28) durante as eleições.


A mostra, montada pelos próprios alunos da escola E.E. Caio Líbano, abordava a violência contra a mulher, mas também citava episódios de violência policial e falas do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, com inscrições explícitas do movimento #Elenão.


A exposição fica no hall de entrada da escola, e todos os eleitores que votam no colégio tiveram contato com o conteúdo do trabalho, que acabou gerando confusão entre o público.


Eleitores de Bolsonaro e do candidato Fernando Haddad, do PT, discutiram dentro do colégio e a Polícia Militar precisou ser acionada para evitar agressões físicas, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Minas Gerais. A Justiça eleitoral autorizou que a exposição fosse interditada parcialmente, cobrindo as peças que faziam referência à polícia e à campanha #Elenão. As autoridades investigam se a mostra configura propaganda eleitoral irregular. (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.