PUBLICIDADE
Topo

Lufthansa descarta parceria com governo italiano na Alitalia

30/10/2018 11h46

ROMA, 30 OUT (ANSA) - A companhia aérea alemã Lufthansa afirmou nesta terça-feira (30) que não descarta entrar no capital da Alitalia, mas desde que a operação não tenha a participação do governo da Itália.   

A empresa é uma das que mostraram interesse, assim como a britânica EasyJet, em comprar a maior companhia aérea italiana no ano passado, mas o processo de venda foi paralisado com a troca de governo em Roma, em 1º de junho.   

"Uma parceria com a Alitalia ainda é possível, mas não está nos planos investir na companhia junto com o governo", disse a Lufthansa, segundo a agência "Bloomberg".   

Recentemente, o primeiro-ministro Giuseppe Conte revelou um plano para colocar a empresa pública Ferrovie dello Stato, que administra o transporte ferroviário no país, no capital da Alitalia - fala-se em uma fatia de 15% a 20%.   

O objetivo seria voltar a ter uma companhia aérea de bandeira - ou seja, controlada pelo Estado -, mas em parceria com grupos privados. Sob intervenção do governo desde maio de 2017, a Alitalia é dividida entre a holding Compagnia Aerea Italiana (CAI), com 51% do capital, e o grupo árabe Etihad Airways, com 49%.   

A segunda maior acionista da CAI é a estatal de correios Poste Italiane, com 19,48% de participação. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.