PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Julen é achado sem vida dentro de poço na Espanha

26/01/2019 12h59

MADRI, 26 JAN (ANSA) - Após 13 dias de uma operação de busca que comoveu toda a Espanha, as equipes de socorristas conseguiram chegar nesta madrugada (26) até o menino Julen Roselló, de 2 anos, que caiu em um poço em Totalán. Mas a criança foi encontrada sem vida no fundo do poço, que tem 25 centímetros de diâmetro e 107 de profundidade.   

"Lamentavelmente, às 1h25 desta madrugada, as equipes de resgate chegaram ao ponto do poço onde procuravam Julen e encontraram seu corpo sem vida", informou pelo Twitter um funcionário do governo da Andaluzia, Alfonso Gómez de Celis.   

O prefeito de Málaga, Francisco de la Torre, instituiu três dias de luto oficial na cidade pela morte de Julen. Uma Comissão Judicial também foi criada para investigar o que aconteceu.   

O resgate era considerado o mais complexo da história da Espanha. Máquinas, brocas e tratores foram usados para remover 83 mil metros cúbicos de terra para cavar um poço paralelo para chegar ao fundo do túnel onde a criança estava.   

Julen caiu no poço no dia 13 de janeiro, enquanto brincava no terreno da casa de amigos de seus pais, José e Victoria Roselló.   

Desde então, as equipes de resgate buscavam o garoto no buraco.   

Esta é a segunda tragédia vivida pelos pais de Julien. Os dois perderam o primogênito do casal, Oliver, em 2017. Na época, a criança de 3 anos de idade teve morte súbita. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional