PUBLICIDADE
Topo

Parlamento aprova repasse de 400 milhões de euros à Alitalia

29/01/2020 15h38

ROMA, 29 JAN (ANSA) - O Senado da Itália aprovou nesta quarta-feira (29), de modo definitivo, um decreto do governo que concede um empréstimo público de 400 milhões de euros à Alitalia, maior empresa de aviação civil do país.   

A medida teve 140 votos a favor e apenas um contrário, mas contou com 100 abstenções de senadores de oposição. O texto já havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados em 14 de janeiro.   

O novo decreto chega após o fracasso no processo de venda da Alitalia e é mais um esforço do governo para manter a companhia aérea viva enquanto busca um comprador. Os 400 milhões de euros se juntam aos 900 milhões em dinheiro público emprestados nos últimos anos, o que totaliza 1,3 bilhão de euros.   

Como a União Europeia proíbe ajudas estatais a empresas privadas, o novo empréstimo terá de ser restituído com juros em até seis meses depois de sua concessão.   

A Alitalia está sob intervenção do governo desde maio de 2017, quando quase quebrou devido a uma crise de liquidez.   

Venda - O prazo para a apresentação de uma oferta final pela companhia aérea era 21 de novembro, mas o consórcio liderado pela estatal Ferrovie dello Stato (FS) não conseguiu chegar a um acordo para colocar sua proposta na mesa.   

O grupo de potenciais compradores também incluía a americana Delta Air Lines, o Ministério da Economia e das Finanças e a holding italiana do setor rodoviário Atlantia, que acabou desistindo na última hora. O governo agora avalia novas alternativas, inclusive uma reestatização da Alitalia. Ex-companhia de bandeira, a empresa foi privatizada e hoje tem 51% de suas ações nas mãos da holding Compagnia Aerea Italiana (CAI) e 49% com o grupo árabe Etihad Airways. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias