Presidente da Ferrari diz que temporada da F1 foi 'frustrante'

TURIM, 30 NOV (ANSA) - O presidente da Ferrari, John Elkann, comentou nesta quinta-feira (30) que a temporada de 2023 da escuderia italiana na Fórmula 1 foi "frustrante".   

O time de Maranello chegou na última prova do ano com boas chances de ficar em segundo lugar no campeonato de construtores, mas não conseguiu fechar o mundial na frente da rival Mercedes.   

"Foi uma temporada decepcionante pela forma como terminou em Abu Dhabi, onde quase ficamos em segundo no campeonato. Chegamos a estar lutando seriamente pela vice-liderança e competir com a Red Bull. Agora temos que forçar nos próximos campeonatos converter mais poles em vitórias", analisou o CEO da Exor.   

A Ferrari, que fechou 2023 com 406 pontos, conquistou somente uma vitória, que foi com Carlos Sainz no GP de Singapura. Por outro lado, a escuderia garantiu sete pole positions, sendo cinco com Charles Leclerc e duas com o espanhol.   

O monegasco teve uma opinião praticamente igual ao de Elkann, pois também admitiu que a temporada da Ferrari foi "frustrante".   

(ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes