Dinamarca proíbe oficialmente a queima do Alcorão

COPENAGHEN, 7 DEZ (ANSA) - O Parlamento da Dinamarca aprovou nesta quinta-feira (7) uma lei que oficialmente proíbe a queima do Alcorão no país, com pena de um a dois anos de prisão para infratores.   

A legislação criminaliza o "tratamento inapropriado" de textos "de importância religiosa significativa para uma comunidade religiosa reconhecida" e foi aprovada com 94 votos a favor e 77 contra.   

Nos últimos meses, cópias do livro sagrado foram queimadas em algumas cidades da Dinamarca e da Suécia, suscitando a reação popular em numerosos países islâmicos, com protestos até violentos, muitas vezes em frente às embaixadas dos dois países.   

Por causa disso, o governo dinamarquês apresentou um projeto de lei contra a profanação dos textos sagrados de todas as religiões por razões de segurança. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora