Milei enfrentará situação complexa, diz ex-premiê da Itália

BUENOS AIRES, 8 DEZ (ANSA) - O ex-primeiro-ministro da Itália Romano Prodi declarou nesta sexta-feira (8) que o novo governo da Argentina, que será liderado pelo presidente eleito Javier Milei, enfrentará uma situação "complexa" caracterizada por fortes desequilíbrios econômicos e sociais.   

A declaração foi dada em Buenos Aires, onde o ex-premiê italiano está para participar das comemorações dos 25 anos da presença da Universidade de Bolonha na Argentina.   

"Estou aqui para comemorar os 25 anos da Universidade de Bolonha na Argentina, única universidade estrangeira presente no país, e como muitas vezes acontece na vida, me encontro num contexto muito particular, em plena mudança de governo", disse ele à ANSA, poucas horas antes de retornar à Itália.   

Durante a entrevista, Prodi revelou que teve uma "conversa cordial com a futura ministra das Relações Exteriores da Argentina, Diana Mondino, de quem tive uma excelente impressão".   

Além disso, ele se reuniu com o ex-presidente Mauricio Macri, que "tem papel estratégico na coalizão do próximo governo e com quem já havia me encontrado em Bolonha há algum tempo".   

"Com eles refletimos sobre a complexa situação que vive o país atualmente, caracterizada por uma grande inflação e pelo aumento da pobreza", explicou Prodi.   

Segundo o ex-premiê da Itália, a Argentina caminha agora para "uma mudança de políticas generalizada", um cenário de forte abertura de mercado que poderá abrir portas a oportunidades para empresas italianas e europeias, mas apenas na medida em que o governo conseguir estabilizar a situação interna do país".   

"Para fortalecer as relações não basta a política, é preciso também um intercâmbio massivo a nível universitário", afirmou ele, acrescentando que a presença da Unibo na Argentina - que lançou uma nova edição do mestrado Business Management Europa-Latam" na ocasião - representa neste sentido "um pequeno posto avançado qualificado". (ANSA).   

Continua após a publicidade

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora