Lula recebe ligação de Maduro sobre Essequibo

SÃO PAULO, 9 DEZ (ANSA) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu na manhã deste sábado (9) uma ligação de seu homólogo da Venezuela, Nicolás Maduro.   

Segundo um comunicado do governo, Lula transmitiu a crescente preocupação dos países da América do Sul sobre a questão do Essequibo.   

Ele também expôs os termos da declaração sobre o assunto aprovada na Cúpula do Mercosul e assinada por Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina, Colômbia, Peru, Equador e Chile.   

Ainda segundo a nota, Lula recordou a longa tradição de diálogo na América Latina "e que somos uma região de paz".   

O presidente brasileiro ainda fez um chamado ao diálogo e sugeriu que o presidente de turno da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), Ralph Gonsalves, trate do tema com as duas partes.   

Por fim, a nota do governo brasileiro diz que o presidente Lula reiterou que o Brasil está à disposição para apoiar e acompanhar essas iniciativas, e ressaltou que é importante evitar medidas unilaterais que levem a uma escalada da situação.   

A nota não menciona o que teria dito Maduro.   

No último dia 3, os eleitores da Venezuela aprovaram a criação de um novo estado em Essequibo, região da Guiana rica em petróleo e que é reivindicada por Caracas.   

Em referendo popular, os votantes também rejeitaram a jurisdição da Corte Internacional de Justiça, tribunal ligado à ONU, para resolver a disputa territorial. (ANSA).   

Continua após a publicidade

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes