Morre aos 59 anos Pelé, golfinho mais longeva da Itália e Europa

BOLONHA, 10 DEZ (ANSA) - Morreu aos 59 anos Pelé, golfinho fêmea mais longeva da Itália e da Europa, e uma das mais idosas do mundo em ambiente controlado.   

A mamífera morava no parque temático Oltremare, em Riccione, Rimini, que comunicou a morte, destacando que na natureza os golfinhos costumam viver em média 20 anos, enquanto em ambiente controlado têm idade média de 40 anos.   

Texana de origem, Pelé chegou à Itália em 1972 e foi batizada com esse nome por sua habilidade de jogar bola e agarrar peixes no ar.   

Anos atrás, Pelé recebeu até mesmo uma cidadania honorária de Riccione.   

"Fica a profunda dor da equipe, da direção e de todos os funcionários da empresa pela perda desse histórico animal", lamentou o parque. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes