Rússia fará eleição presidencial em regiões anexadas

A Comissão Eleitoral da Rússia anunciou hoje que as eleições presidenciais de 17 de março também serão realizadas nas quatro regiões da Ucrânia anexadas ilegalmente por Moscou.

De acordo com a agência russa Tass, a decisão foi tomada por unanimidade, após consultas com o Ministério da Defesa, o Serviço Federal de Segurança (FSB) e os chefes dos governos separatistas de Donetsk, Lugansk, Zaporizhzhia e Kherson.

As quatro regiões são controladas parcialmente pela Rússia, que realizou em setembro referendos sobre as anexações dessas zonas da Ucrânia.

As votações do ano passado, no entanto, são consideradas ilegais pela comunidade internacional.

A Rússia irá às urnas em 17 de março de 2024, e o presidente Vladmir Putin deve ser candidato a um quinto mandato - sendo o terceiro consecutivo -, o que lhe garantiria no poder ao menos até 2030.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora