Menina indiana de dois anos bate recorde de tiro com arco

  • AFP

    A indiana Dolly Shivani Cherukuri, 2, bateu recorde de tiro com arco

    A indiana Dolly Shivani Cherukuri, 2, bateu recorde de tiro com arco

Uma garotinha de apenas dois anos de idade conseguiu bater um recorde na Índia.

Dolly Shivani Cherukuri, da pequena cidade de Vijaywada, se tornou a indiana mais jovem a conseguir mais de 200 pontos no esporte em um evento na última terça-feira.

Dolly, que vai fazer três anos na próxima semana, atirou 36 flechas em um alvo a cinco metros de distância e depois a um novo alvo a sete metros, somando 338 pontos.

Seu feito foi acompanhado de perto por personalidades do esporte e autoridades do Livro dos Recordes da Índia.

"Estamos todos muito orgulhosos dela. E muito impressionados", disse Gunjan Abrol à BBC, membro da Associação de Tiro com Arco da Índia.

Dolly nasceu fadada a ter sucesso no esporte. A garota foi concebida em barriga de aluguel após a morte do seu irmão, o arqueiro e técnico Cherukuri Lenin, em um acidente de carro em 2010.

O pai dela, Cherukuri Satyanarayana, disse que ela tem sido treinada desde o nascimento para ser uma campeã no esporte.

"Quando soubemos que ela estava para nascer, decidimos que a faríamos uma atleta do tiro com arco", disse o pai à agência de notícias AFP. Ele é dono de uma academia de tiro com arco em Vijaywada.

"A preparação começou quando ela ainda estava no útero da mãe."

Satyanarayana conta que eles tinham flechas de carbono feitas especialmente para criança quando ela estava começando a aprender o esporte - para garantir que fossem leves o suficiente para Dolly carregá-las.

O arco que a garotinha usa para treinar também é mais leve. "Você não pode pôr muita pressão nas crianças, elas podem treinar no máximo duas ou três horas por dia", disse o pai. "Mas Dolly vem de uma família de atletas do tiro com arco, então ela é capaz de muita coisa."

Fotos divulgadas pelo Livro dos Recordes da Índia mostram a criança posando com sua medalha de ouro e o certificado.

"Minha filha conseguiu a façanha que sonhamos há muito tempo…não tenho palavras pra expressar a felicidade que estamos sentindo", disse Satyanarayana à mídia local.

Ele diz que tentará fazer com que o nome da filha entre também no Livro Guinness dos Recordes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos