PUBLICIDADE
Topo

Justiça determina que Fabricio Queiroz vá para prisão domiciliar

09/07/2020 17h30

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro está preso preventivamente desde junho; advogados alegam motivos de saúde no pedido - Queiroz está com câncer.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, concedeu nesta quinta-feira (9) prisão domiciliar a Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro preso preventivamente em junho. O benefício também foi concedido para a mulher de Queiroz, Márcia Aguiar, embora ela esteja foragida da Justiça.

No pedido pela prisão domiciliar, os advogados destacaram que Queiroz está com câncer. Devido a essas "condições pessoais de saúde", Noronha considerou que o caso de Queiroz se enquadra nas recomendações do Conselho Nacional de Justiça para prisão domiciliar durante a pandemia de coronavírus.

"O mesmo vale para sua companheira, Márcia Aguiar, por se presumir que sua presença ao lado dele seja recomendável para lhe dispensar as atenções necessárias, visto que, enquanto estiver sob prisão domiciliar, estará privado do contato de quaisquer outras pessoas (salvo de profissionais da saúde que lhe prestem assistência e de seus advogados)", informou o STJ, ao divulgar a decisão.

Noronha determinou que ambos sejam monitorados eletronicamente e proibiu o casal de usar telefones, computadores e tablets.

Queiroz e sua mulher tiveram a prisão preventiva decretada pela juiz Flávio Itabaiana, que entendeu haver indícios suficientes de que o casal estaria tentando atrapalhar as investigações que buscam apurar denúncias de um esquema de desvio de recursos que teria ocorrido no antigo gabinete de deputado estadual de Flávio Bolsonaro.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=tRlMZQn0Teo

https://www.youtube.com/watch?v=NW_66zsGtwE