PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Em escalada de conflitos, Israel desloca tropas terrestres para Gaza

13/05/2021 21h15

Ainda não há informações se uma possível ofensiva israelense visa destruir as bases de lançamento de foguetes ou também pretende matar líderes do Hamas, o grupo que controla Gaza.

O exército israelense deslocou equipes terrestres para Gaza na manhã desta sexta-feira (14), horário local e noite no Brasil. Inicialmente, as próprias Forças de Defesa de Israel disseram ter iniciados ataques, mas a informação não se confirmou.

O preparo para iniciar uma possível nova ofensiva demonstra uma escalada da violência entre israelenses e palestinos, que há dias disparam foguetes entre si.

Ainda não há informações se o preparo para essa possível ofensiva terrestre israelense tem o objetivo de destruir as bases de lançamento de foguetes palestinas ou também pretende matar líderes do Hamas, o grupo que controla Gaza. Uma invasão semelhante em 2014 terminou com mais de 2 mil palestinos mortos.

"Eu disse que cobraríamos um preço muito alto do Hamas e do resto das organizações terroristas", disse o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu em um comunicado divulgado logo após o preparo para a ofensiva. "Estamos fazendo e continuaremos com muita força. A última palavra não foi dita e esta operação continuará pelo tempo que for necessário para restaurar a paz e a segurança ao Estado de Israel".

Jerusalém tem sido palco de semanas de agitação e violência em um nível não visto havia anos. A nova escalada de tensões entre palestinos e forças de segurança israelenses deixou dezenas de mortos e centenas de feridos.

Na noite de terça (11/5, no horário local), o grupo islâmico Hamas disse ter disparado mais de 130 foguetes em direção à cidade israelense de Tel Aviv, em reação a um ataque aéreo perpetrado por Israel que, segundo as autoridades locais, destruiu uma torre residencial palestina. O edifício de 13 andares tinha acabado de ser evacuado quando foi atingido.

Desde segunda-feira (10/5), os militantes já haviam disparado mais de 400 foguetes contra Israel, matando dois israelenses. Na noite desta terça, o jornal Haaretz afirmou que um terceiro israelense foi morto pelos ataques palestinos.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=E3ODAt3iZhw

https://www.youtube.com/watch?v=5qBp6KPbi4s

https://www.youtube.com/watch?v=b8RvSNtmdXw