Terremoto destrói templos em Myanmar

Quase 100 templos centenários foram danificados no sítio arqueológico de Bagan. Abalo matou pelo menos três pessoas e foi sentido também na Tailândia, Índia e Bangladesh.

Um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter atingiu nesta quarta-feira (24/08) o centro de Myanmar e causou pelo menos três mortes. Quase 100 templos centenários em Bagan foram danificados.

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro do tremor foi localizado a 84 quilômetros de profundidade e a 25 quilômetros a oeste da cidade de Chauk, que fica às margens do rio Irauadi.

Foram danificados pelo menos 94 templos em Bagan, com a arquitetura de pagode típica da região, segundo o Ministério da Cultura. O sítio arqueológico de Bagan possui mais de 2,2 mil construções budistas, erguidas entre os séculos 10º e 14, numa área que se estende por aproximadamente 40 quilômetros quadrados.

Bagan foi capital do Reino de Pagam entre os séculos 9º e 13. O sítio arqueológico é a principal atração turística do país.

Segundo o Comitê de Terremoto de Myanmar, essa foi a região mais afetada pelo abalo. Moradores de outras cidades também sentiram tremores e relataram danos menores, como janelas quebradas. O terremoto foi sentido, ainda, na Tailândia, Índia e Bangladesh.

Myanmar se localiza numa região de alta atividade tectônica. Em abril um terremoto de magnitude 6,9 sacudiu o noroeste do país, perto da fronteira com a Índia. As autoridades não divulgaram informações sobre danos e vítimas.

CN/ap/efe/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos