Polícia investiga atirador que matou cinco nos EUA

Autoridades evitam especulações sobre motivos do suspeito, um jovem turco de 20 anos que vive legalmente no país. FBI diz não haver indícios de terrorismo, mas não descarta hipótese.Após a captura do atirador que matou cinco pessoas num shopping center em Burlington, no estado de Washington, as autoridades americanas afirmaram neste domingo (25/09) os motivos do crime ainda não foram esclarecidos. O suspeito foi identificado como Arcan Cetin, de 20 anos, nascido na Turquia. Ele migrou com a família para os Estados Unidos, onde vive legalmente. Na última sexta-feira, tiros disparados na seção de maquiagem da loja de departamentos Macy's mataram quatro mulheres e um homem. O atirador teria fugido do local a pé, iniciando uma intensa caçada policial. O FBI informou que não há indícios de que o ataque seria um ato de terrorismo, mas ressaltou que a hipótese não deve ser descartada. Chris Cammock, tenente da polícia de Mount Vermon, disse que as autoridades evitam especular sobre um possível motivo por trás do ataque, uma vez que as investigações ainda estão na fase inicial. "A essa altura, não vou descartar nada", afirmou. "Aparência de zumbi" O xerife do condado de Island, Mike Hawley, disse à imprensa que o suspeito foi avistado por um carro de patrulha na cidade de Oak Harbor, no estado de Washington, no início da noite de sábado. O homem, que estava desarmado, foi reconhecido imediatamente. "Ele não disse nada, tinha a aparência de um zumbi", reportou o policial. O prefeito de Burlington, Steve Sexton, agradeceu a forma como as autoridades locais e federais responderam ao incidente na pequena cidade, com menos de 9 mil habitantes, a poucos quilômetros de Seattle. "Não imagino como teria sido se Burlington tivesse que lidar com isso por conta própria. Não imagino que teríamos um suspeito sob custódia agora, se estivéssemos sozinhos." As autoridades disseram que a família de Cetin está colaborando com as investigações. Detalhes sobre a vida do suspeito e sobre a arma utilizada no crime não foram divulgados. Ele está sob detenção provisória de 72 horas e deverá ser encaminhado ao um tribunal nesta segunda-feira, onde será formalmente acusado. RC/ap/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos