Coreia do Norte declara luto oficial em homenagem a Fidel

Governo de Pyongyang envia delegação de alto nível para funeral do revolucionário cubano. Líderes norte-coreanos dizem que "relações fraternais de amizade" com Cuba permanecerão para sempre.A Coreia do Norte declarou nesta segunda-feira (28/11) luto oficial de três dias em homenagem ao ex-líder cubano Fidel Castro, que morreu na última sexta-feira. Segundo a imprensa estatal, a decisão veio dos escalões mais altos do governo comunista. No período de luto oficial, as bandeiras em locais públicos importantes e edifícios oficais serão hasteadas a meio-mastro. O governo também enviou uma delegação de alto nível para o funeral de Castro em Havana, visto por Pyongyang como um aliado contra um inimigo em comum: os Estados Unidos. O líder norte-coreano, Kim Jong-un, enviou uma coroa de flores à embaixada cubana no país. "Os feitos que ele realizou em nome da Revolução Cubana e as relações fraternais de amizade entre os dois países permanecerão para sempre", afirmava uma carta enviada pelo presidente do Parlamento norte-coreano, Kim Yong Nam, e pelo premiê Pak Pong Ju, ao presidente cubano e irmão de Fidel, Raúl Castro. Segundo uma agência japonesa que monitora a imprensa norte-coreana, Castro é a primeira personalidade política internacional a ser homenageado dessa forma desde a morte do líder palestino Yasser Arafat, em 2004. Cuba é um dos poucos países em todo o mundo que mantém contatos próximos com o regime norte-coreano. As relações diplomáticas foram estabelecidas em 1960. Em 1896, Fidel Castro viajou à Coreia do Norte em visita oficial. RC/ap/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos