Trump assume com discurso protecionista e desafiador

Empresário nova-iorquino se torna 45º presidente dos EUA e promete "transferir o poder de Washington para o povo". "Proteção vai levar a grande prosperidade. Agora, será apenas 'os Estados Unidos em primeiro lugar'."O empresário nova-iorquino Donald Trump se tornou o 45º presidente da história dos Estados Unidos nesta sexta-feira (20/01), ao tomar posse em cerimônia oficial nas escadarias do Capitólio, em Washington. Os principais momentos da posse de Donald Trump Trump prestou juramento sob duas Bíblias – a sua, oferecida pela sua mãe, e a que o ex-presidente Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos – seguradas pela sua mulher, Melania, e rodeado pelos seus cinco filhos. Ao meio-dia em ponto (15h em Brasília), Trump proclamou o juramento no qual se compromete a preservar, proteger e defender a Constituição dos Estados Unidos. "Que Deus assim me ajude", exclamou. Em seguida, proferiu um discurso no qual prometeu "transferir o poder de Washington de volta para o povo", para "os homens e mulheres esquecidos dos Estados Unidos". Segundo Trump, "por muito tempo, os políticos prosperaram, mas os empregos se foram e as indústrias fecharam". No seu discurso de cerca de 15 minutos, o novo presidente disse que vai elevar o orgulho nacional, trazer os empregos de volta e acabar com o terrorismo islâmico. "O 20 de janeiro de 2017 será lembrado como o dia em que o povo voltou a ser o senhor desta nação." "A partir deste dia, uma nova visão vai governar o nosso país", afirmou Trump, arrancando aplausos das centenas de milhares de pessoas que acompanhavam a cerimônia no local. "A hora de conversa vazia acabou. Agora começa a hora da ação", acrescentou. O presidente prometeu iniciar um grande esforço nacional para "reconstruir o país" e que vai determinar o rumo dos Estados Unidos e de todo o mundo por muitos anos. "Vamos enfrentar desafios, mas vamos conseguir", disse. Ele adotou um tom protecionista e afirmou que, nos últimos anos, os Estados Unidos fizeram outros países ricos e que a riqueza da classe média americana foi tomada e distribuída ao redor do mundo. "Mas isso é passado", disse. "A partir de agora", afirmou Trump, "cada decisão sobre comércio, taxas, imigração ou relações internacionais será feita para beneficiar os trabalhadores e as famílias dos Estados Unidos. Temos de proteger nossas fronteiras da destruição de outros países, que fabricam nossos produtos, roubam nossas empresas, destroem nossos empregos. Proteção vai levar a grande prosperidade e força." Trump também prometeu acabar com o terrorismo islâmico. "Vamos fortalecer velhas alianças e formar novas e unir o mundo civilizado contra o terrorismo islâmico, que vamos erradicar completamente da face da terra", declarou. "Juntos vamos fazer os Estados Unidos forte de novo. Vamos fazer os Estados Unidos ricos de novo. Vamos fazer os Estados Unidos orgulhosos de si de novo. Vamos fazer os Estados Unidos seguros de novo. E, sim, juntos, nós vamos fazer os Estados Unidos grandes de novo", afirmou Trump, ao final do discurso, concluindo com o tradicional "Deus os abençoe, e Deus abençoe os Estados Unidos". AS/lusa/efe/ap/afp/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos