PUBLICIDADE
Topo

Turquia suspende proibição de véu nas Forças Armadas

22/02/2017 22h11

Governo decide autorizar o uso da vestimenta muçulmana por mulheres militares em serviço. Decisão também contempla estudantes de escolas militares. Forças Armadas eram a única instituição turca que ainda proibia o véu.O governo turco decidiu nesta quarta-feira (22/02) suspender a proibição do uso do véu muçulmano por mulheres que integram as Forças Armadas do país, contemplando também estudantes de colégios militares. A instituição era a única no país que ainda proibia a vestimenta entre seus membros."O problema de se impedir o uso do véu foi agora completamente removido na Turquia", declarou o ministro da Defesa turco, Fikri Isik, citado pela agência de notícias Anadolu. "As mulheres que assim desejarem poderão vestir o véu em serviço", acrescentou o político. Segundo a nova medida, a vestimenta deve ter a mesma cor do uniforme, não pode conter desenhos e deve ser usada de forma que não tape o rosto das oficiais, explicou Isik. Não ficou claro, porém, se mulheres que participam de missões de combate também terão permissão para usar o véu. A reforma deve entrar em vigor assim que for publicada no diário oficial do executivo de Ancara.O uso do véu em instituições públicas foi proibido na Turquia na década de 1980. Enquanto o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, argumenta que o veto é um resquício intolerante do passado, críticos têm acusado o líder de tentar impor a religião islâmica sobre a socidade turca.Ao longo da última década, o governo voltou a autorizar o uso do véu muçulmano em várias instituições, incluindo as escolas e universidades, o serviço público e as forças policiais.As Forças Armadas da Turquia eram vistas como o mais forte bastião do laicismo no país – que é de maioria muçulmana sunita. Mas seu poder político tem sofrido quedas depois que o governo aumentou o controle sobre a instituição desde o golpe militar fracassado em julho do ano passado.EK/ap/afp/lusa/efe/ots