Brasil tem manifestações pela Lava Jato

Foram convocados atos em mais de 100 cidades. Protestos acusam manobra do Congresso para deter investigações sobre corrupção. Atos são promovidos por mesmos grupos que foram às ruas pelo impeachment de Dilma Rousseff.Os grupos que do ano passado mobilizaram milhões de brasileiros contra a presidente Dilma Rousseff voltaram neste domingo (26/03) às ruas de várias cidades, mas desta vez para protestar contra o crescimento corrupção no país. Os grupos Vem pra Rua e o Movimento Brasil Livre, que se dizem desvinculados dos partidos políticos e usam as redes sociais como ferramentas de mobilização, convocaram passeatas em mais de 100 cidades do país e em algumas cidades no exterior, como Lisboa e Nova York. Os dois movimentos foram os mais ativos entre aqueles que, em diferentes jornadas de protestos em 2015 e 2016, mobilizaram milhões de brasileiros contra Rousseff, destituída em agosto. Dessa vez, os dois movimentos dirigem suas miras contra a corrupção e acusando esforços do Congresso para travar as investigações da Lava Jato. Entre as bandeiras da manifestação estão, ainda, o fim do foro privilegiado, protesto contra a proposta de lista fechada nas eleições – em que o eleitor vota em uma lista de candidatos predefinida pelos partidos. No Rio de Janeiro, cerca de 2 mil pessoas se reuniram na orla de Copacabana, segundo os organizadores. Em Salvador, a manifestação reuniu cerca de 1.500 pessoas, informaram os responsáveis pela passeata. Em Brasília, o número de participantes estimado foi de 500. Em Belo Horizonte, a Polícia Militar avaliou em cerca de 500 o número de pessoas que participaram do ato. MD/afp/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos