Berlim vai ganhar novo estádio de futebol

Por melhor rentabilidade, o Hertha planeja ter uma arena própria a partir de 2025. Local favorito é nos arredores do Estádio Olímpico, construído pelo regime nazista e onde o clube manda seus jogos desde 1963.O Hertha Berlim divulgou planos de deixar o Estádio Olímpico de Berlim e passar a mandar seus jogos numa arena própria a partir de 2025. A nova casa do clube da capital alemã deve ter capacidade para 55 mil torcedores. O local favorito escolhido pela direção do Hertha é justamente do lado do icônico estádio, construído pelo regime nazista para os Jogos Olímpicos de 1936. Depois de estudar 52 localidades diferentes em Berlim, a escolha foi reduzida para dois pontos na cidade: o favorito do clube, dentro do complexo esportivo onde está localizado o Estádio Olímpico; e o parque Brandemburgo, cerca de nove quilômetros ao sul dos limites da capital alemã, que, pela distância, tem a resistência de parte da torcida. "Para um jogo da Bundesliga, que representa 95% das nossas operações de jogo, o Estádio Olímpico não é mais adequado e moderno", disse o presidente do Hertha Berlim, Werner Gegenbauer. O clube apresenta uma média de público de 50 mil torcedores por partida. Com isso, o estádio com capacidade para quase 75 mil torcedores ostenta uma média de apenas 64% de sua capacidade – a média de lotação dos jogos da Bundesliga é de 92%. "O Hertha foi obrigado a construir um novo estádio por razões econômicas, com o percentual de lugares usados, melhor rentabilidade e possibilidades mais atraentes de marketing. Esta é a única forma de nos mantermos economicamente competitivos", disse o diretor-geral do clube, Ingo Schiller. Com o lema "íngreme, perto, alto [som]" o Hertha espera fornecer a seus torcedores uma "experiência mais intensa de futebol" em sua nova casa. A nova arena será construída estritamente com receitas privadas. O clube pretende angariar junto a investidores o estimado montante de 150 milhões de euros. O Hertha Berlim é o único clube da Bundesliga que não atua num estádio de uso apenas para o futebol. Desde 1963 o clube manda seus jogos no Estádio Olímpico. O contrato de uso se encerra justamente em 2025. O icônico Estádio Olímpico foi construído pelos nazistas para os Jogos Olímpicos de 1936. Quando o Comitê Olímpico Internacional (COI) escolheu Berlim como sede dos Jogos, em 1931, o então governo alemão pretendia reformar o antigo Estádio Olímpico, que ficava no bairro de Charlottenburg. Mas quando os nazistas chegaram ao poder, em 1933, decidiram usar os Jogos Olímpicos como ferramenta de propaganda e optaram por construir um imenso complexo esportivo, o Reichssportfeld. Oo Estádio Olímpico chegou a acomodar 110 mil espectadores. O momento mais emblemático vivido no estádio foi provavelmente gerado pelo velocista americano Jesse Owens. O atleta negro desafiou os planos de Adolf Hitler de propagar uma superioridade ariana no esporte e conquistou quatro medalhas de ouro, sendo coroado o atleta mais vitorioso dos Jogos de 1936. Posteriormente, o Estádio Olímpico foi usado por Hitler para discursos. Durante a Segunda Guerra, a empresa Blaupunkt operou nos porões do estádio uma fábrica de detonadores. Os porões também foram usados como abrigo em dias de ataques aéreos. Já próximo do fim da guerra, ocorreram combates entre alemães e soviéticos nos arredores do complexo esportivo. PV/dw/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos