Fontana de Trevi é colorida de vermelho contra a corrupção

Em protesto, ativista joga tinta na água da principal atração turística de Roma e é detido pela polícia. Autoridades criticam ação que pode danificar momento histórico recém-restaurado.Num protesto contra a corrupção, um ativista italiano jogou nesta quinta-feira (26/10) uma tinta vermelha na água da Fontana de Trevi, em Roma. Essa é a segunda vez que Graziano Cecchini colore a principal atração turística da capital da Itália.

Em comunicado, o ativista afirmou que o protesto era "um grito que Roma não morreu, continua viva e está pronta para voltar a ser a capital da arte, vida e da Renascença". Cecchini disse ainda que a ação era um protesto contra a corrupção na cidade e destacou que a tinta não danificaria a fonte.

Autoridades locais, porém, decidiram drenar a fonte do século 18 para evitar danos. O monumento foi restaurado recentemente.

"Atos como esse demonstram ignorância e falta total de senso cívico", afirmou o vice-prefeito da cidade, Luca Bergamo.

Segundo testemunhas, Cecchini consegui subir na lateral da fonte e despejar a tinta na água, que se transformou num lago vermelho. O ativista foi detido pela polícia no local.

Em 2007, Cecchini já havia colorido a água da fonte. Na época, um grupo de extrema direita assumiu a autoria da ação e declarou que era um protesto contra os custos da organização do Festival de Cinema de Roma.

CN/efe/ap

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos