PUBLICIDADE
Topo

EUA reabrem mercado para carne brasileira

21/02/2020 21h38

EUA reabrem mercado para carne brasileira - Governo americano afirma que o Brasil corrigiu os problemas que levaram à suspensão das importações de carne bovina in natura brasileira em junho de 2017. Assim, remessas ao país poderão ser retomadas.Após mais de dois anos de embargo, os Estados Unidos liberaram a compra de carne bovina in natura do Brasil, anunciou nesta sexta-feira (21/02) a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

As compras estavam suspensas desde junho de 2017, devido a abcessos provocados no rebanho pela vacina contra a febre aftosa. As exportações de carne industrializada não haviam sido afetadas.

"Hoje recebemos com satisfação uma notícia esperada por nós já há algum tempo: a reabertura do mercado de carne bovina in natura do Brasil para os Estados Unidos", disse a ministra em vídeo postado no Twitter. "É uma ótima notícia porque isso traz a qualificação, a qualidade da carne brasileira reconhecida por um mercado tão importante como o mercado americano."



A liberação ocorre semanas depois de uma visita de agentes sanitários americanos ao Brasil. Em visita a Washington, em março do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro havia pedido ao presidente Donald Trump o fim do embargo americano à carne bovina in natura brasileira.

Uma missão técnica foi enviada pelos Estados Unidos em junho do ano passado, mas manteve o veto. No começo de 2020, outra comitiva de autoridades sanitárias voltou ao Brasil e anunciou que pretendia reabrir o mercado.

Para solucionar o problema, o governo brasileiro reduziu a dose da vacina contra a febre aftosa e removeu as substâncias que provocavam os abcessos. Em 2016, as vendas de carne bovina fresca brasileira para os Estados Unidos somaram 284 milhões de dólares.

Em comunicado enviado ao Ministério da Agricultura, o Serviço de Inspeção e Inocuidade Alimentar dos Estados Unidos (FSIS) confirma que o Brasil corrigiu os problemas sistêmicos que levaram à suspensão. Além disso, o FSIS também encerrará os casos pendentes de violação de pontos de entrada associados à suspensão de 2017.

Antes da primeira remessa após o fim do embargo, o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) deve enviar uma lista atualizada de estabelecimentos elegíveis certificados.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores disse que "a reabertura do mercado norte-americano às exportações de carne bovina in natura do Brasil, resultado de extenso processo de diálogo, troca de informações e inspeções técnicas, constitui um passo importante para projetar, no mercado internacional, a qualidade do produto brasileiro e do sistema de inspeção sanitária do país".

LE/abr/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| App | Instagram | Newsletter

Notícias