PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Verónika Mendoza pede prudência enquanto espera resultados oficiais no Peru

10/04/2015 15h58

Lima, 10 mar (EFE).- A candidata presidencial do partido de esquerda Frente Ampla, Verónika Mendoza, pediu neste domingo aos peruanos que "esperem prudentemente os resultados oficiais" das eleições realizadas neste domingo no Peru.

"Vamos esperar prudentemente os resultados oficiais das entidades competentes, sabemos que o povo de Cuzco respaldou a proposta de mudança", afirmou a candidata em sua cidade natal, onde votou hoje e recebeu as primeiras pesquisas de boca de urna.

Além disso, Mendonza considerou que as eleições foram uma "festa democrática" e expressou seu "profundo agradecimento àqueles que, com seu voto consciente, valente e de esperança, respaldaram a alternativa de mudança representada pela Frente Ampla".

"Demonstramos que não tem por que o poder do dinheiro impor-se na política... O poder do povo, das pessoas, de sua convicção e sua esperança é muito mais forte", ressaltou.

A candidata presidencial Keiko Fujimori venceu as eleições de hoje no Peru, mas terá que disputar um segundo turno contra Mendonza ou o ex-ministro Pedro Pablo Kuczynski, que estão tecnicamente empatados no segundo lugar, segundo diversas pesquisas de boca de urna divulgadas após o fechamento das mesas de votação.

Segundo a empresa Ipsos, Fujimori recebeu 37,8% dos votos, enquanto Kuczynski, do partido de centro-direita Peruanos Pelo Kambio, ficou com 20,9%, e Mendoza, da legenda de esquerda Frente Ampla, conseguiu 20,3%.

A empresa privada GfK, por sua vez, afirmou que Fujimori teve 39,9%, Kuczynski conseguiu 20,6%, e Mendoza terminou com 20,3%; enquanto a TPI indicou que Fujimori recebeu 39,1%, Kuczynski ficou com 19,7% e Mendoza obteve 18,8%.

Estes números extraoficiais são os primeiros divulgados após o fechamento dos centros de votação, aos quais foram convocados hoje mais de 22 milhões de peruanos.

Todas as empresas pesquisadoras assinalaram que, dado o empate técnico na segunda posição, será preciso esperar os dados oficiais, que o Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE) começará a divulgar a partir de 21h (horário local, 23h de Brasília).

Internacional