Frio já causou 97 mortes na Hungria

Em Budapeste (Hungria)

Pelo menos 97 pessoas morreram de frio na Hungria desde o começo do inverno, tanto por falta de calefação em suas casas como por viverem na rua, denunciou nesta quinta-feira (21) a ONG Fórum Social Húngaro (MSZF).

"Os números de mortos nos permitem deduzir que neste ano não morrerão menos do que no inverno passado, quando foram registradas 133 vítimas de hipotermia", advertiu a organização, que pediu ao governo que lide com este assunto.

A maioria das vítimas, 44 pessoas, morreu de hipotermia em suas casas, que não possuem calefação, e outras 36 na rua. O restante morreu enquanto recebia assistência médica.

Só este ano foram 57 mortes de pessoas com idade entre 16 e 86 anos, afirmou o relatório do MSZF.

Enquanto isso, os serviços de meteorologia preveem para os próximos dias temperaturas de até -17ºC em algumas regiões do país centro-europeu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos