Ataque contra posição militar no Mali mata pelo menos três soldados

Bamaco, 25 fev (EFE).- Pelo menos três soldados morreram em um ataque perpetrado por desconhecidos na noite de terça-feira contra uma posição militar de reforço em Léré, cidade do noroeste do Mali próxima à fronteira com a Mauritânia, segundo contaram à Agência Efe de fontes militares em Bamaco.

Além disso, dois agressores perderam a vida no tiroteio que seguiu ao ataque, perpetrado por um grupo de desconhecidos chegados em vários veículos 4x4.

O posto atacado não era propriamente um quartel das Forças Armadas malinesas (FAMA), mas uma posição militar de reforço, pontos erguidos em alguns locais do norte para garantir a segurança em estradas e cruzamentos estratégicos.

Ainda é desconhecida a autoria do ataque, mas as fontes lembram que nesta zona estão ativos os grupos jihadistas Ansar Dine (ultimamente aliado à Al Qaeda no Magrebe Islâmico) e Frente de Libertação de Massina, dirigida pelo líder local Amadu Kufa.

Em todo o norte do Mali estão ativos vários grupos jihadistas que se aproveitam do desértico do terreno para se esconder em grutas ou entre as montanhas, e desde aí proferir seus ataques contra o Exército regular malinês ou a missão da ONU no Mali (Minusma).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos