Tsipras diz que vetará acordos na UE até aprovação da divisão de refugiados

Atenas, 24 fev (EFE).- O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou nesta quarta-feira que a Grécia vetará acordos políticos na União Europeia enquanto os membros do bloco não aplicarem o pactuado sobre a repartição de refugiados.

"A partir de agora, a Grécia não vai dar seu consentimento a acordos enquanto os Estados-membros não tiverem aplicado seus compromissos sobre a repartição de refugiados. Se alguns pensam que podem construir muros, devem saber que não aceitaremos isso e que a Grécia reagirá", disse o líder em discurso no parlamento.

Tsipras ressaltou que até agora a gestão da crise na Europa "é decepcionante" e comentou que "as normas e acordos comuns têm que ser aplicados a todos, ou não existem."

"A Grécia foi duramente criticada por causa das regras comuns e do cumprimento dos pactos. Agora fica provado que a pressão só vale para alguns", acrescentou.

O primeiro-ministro também criticou que algumas decisões que são tomadas por todos os líderes da União Europeia possam ser canceladas, uma referência à decisão unilateral dos países da rota balcânica de fechar as fronteiras a afegãos e exigir documentos de identidade de sírios e iraquianos, apenas um dia após o Conselho Europeu garantir que não haveria ações deste tipo antes da próxima cúpula, prevista para 7 de março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos