Oito pessoas morrem em ataque perto da sede do governo somali

Mogadíscio, 25 fev (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram nesta quinta-feira e outras 14 ficaram feridas em um ataque com morteiros realizado muito perto do Palácio Presidencial de Mogadíscio, sede do governo somali, informaram à Agência Efe várias testemunhas.

O ataque, no qual foram lançadas várias bombas, poderia ser obra do grupo terrorista somali Al Shabab (vinculado à Al Qaeda), que por enquanto não reivindicou a autoria do atentado.

Entre os mortos, todos eles civis, estão vários menores membros de uma mesma família, segundo contou à Efe um residente, Mohammed Nuur Fanah, que estão no local no momento do atentado.

Neste momento, as forças de segurança mantêm o acesso restrito a esta região da capital.

Os prédios do Governo são um objetivo recorrente de Al Shabab, que nos últimos anos atacou em várias ocasiões o Palácio Presidencial, o Parlamento e vários hotéis muito frequentados por políticos e diplomatas.

Durante o ano passado, cerca de uma centena de pessoas morreram na capital da Somália como consequência dos ataques do grupo terrorista, que, apesar de ter perdido grande parte de seu território e influência no sudoeste do país, ainda tem certa capacidade operacional para cometer atentados.

Al Shabab, que em 2012 anunciou sua adesão formal à Al Qaeda e que luta para instaurar um Estado islâmico de linha wahhabista na Somália, cometeu vários atentados terroristas contra políticos de alto nível e representantes governamentais em Mogadíscio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos