Ultranacionalistas judeus comparam embaixador da UE com Hannibal Lecter

Jerusalém, 28 fev (EFE).- Um grupo ultranacionalista israelense divulgou neste domingo um vídeo contra o embaixador da União Europeia (UE) em Israel, Lars Faaborg-Andersen, no qual lhe comparam com Hannibal Lecter, o assassino serial do filme "O Silêncio dos Inocentes".

O vídeo, divulgado pelas redes sociais, exige que se contenha o diplomata dinamarquês, a quem, como no filme, os autores do vídeo lhe colocaram uma focinheira, informou o "Canal 10" da televisão israelense.

Com o vídeo, o grupo nacionalista, autodenominado Fórum do Perímetro de Jerusalém, lhe acusa de "criar um Estado terrorista" e "construir onde lhe dá vontade", em alusão a imóveis que a UE proporcionou à população palestina de uma região da Cisjordânia nos arredores da cidade santa.

Trata-se de beduínos aos quais Israel quer deslocar de um corredor entre Jerusalém e a colônia de Ma'aleh Adumim, em território ocupado, e aos quais a UE tenta ajudar.

O grupo de colonos considera que essas casas tentam determinar as fronteiras de Israel, e, portanto, "enfraquecem a soberania israelense".

Em declarações ao "Canal 10", Andersen declarou que as casas que a UE proporcionou não fazem parte de nenhuma "iniciativa diplomática" para fixar fronteiras, mas de "uma ajuda humanitária" que deveria ser oferecida por Israel, a potência ocupante, à população civil palestina.

Por sua vez, o diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores israelense, Dori Gold, condenou a divulgação do vídeo porque expõe "de forma desrespeitosa o embaixador da União Europeia".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos