Exército libanês desativa bomba em carro de filho de comandante palestino

Beirute, 24 mai (EFE).- O Exército libanês desativou nesta terça-feira uma bomba colocada debaixo do carro de Mahmoud Meqdah, filho do comandante da Força Conjunta Palestina no Líbano, informou a Agência Nacional de Notícias (ANN).

O veículo estava na área de Wadi al Zayneh, perto da cidade meridional de Sidon, onde está localizado o maior campo de refugiados palestinos, em Ein el-Hilweh.

Munir Meqdah, um antigo oficial do grupo palestino Fatah, foi nomeado em fevereiro de 2015 chefe da Força Conjunta Palestina encarregada de preservar a ordem no interior e nos arredores dos 12 campos de refugiados palestinos que há no Líbano, onde os incidentes se multiplicaram ultimamente.

No sábado, uma bomba foi desativada no acampamento de Ein el-Hilweh e, um dia depois, dois falsos explosivos foram achados na cidade de Sidon, incidente que coincidiu com as eleições municipais no sul do país.

Em 12 de abril, um responsável palestino, Fathi Zeidan, membro do Fatah, foi assassinado pela explosão de um bomba colocada em seu carro perto de Ein el-Hilweh.

Zeidan era responsável pela segurança no interior do campo de refugiados palestinos de Mieh Mieh, contíguo com o de Ein el-Hilweh.

Como consequência da guerra na Síria, existe o temor no Líbano de que grupos jihadistas tenham se infiltrado nos acampamentos para desestabilizá-los.

A segurança no interior dos campos é responsabilidade dos palestinos e as forças de segurança libanesas só controlam as entradas e saídas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos