Bombardeio no sul do Iêmen deixa pelo menos seis mortos

Sana, 25 mai (EFE).- Pelo menos seis pessoas da mesma família, entre elas dois menores, morreram e outras quatro ficaram feridas nesta quarta-feira em um bombardeio contra uma casa na província de Lahij, localizada no sul do Iêmen, informou em comunicado o governador dessa província, Naser al Jabyi.

Os feridos foram resgatados sob os escombros da casa bombardeada, localizada na aldeia de Al Mahra, ao leste da cidade de Al Houta, a capital provincial de Lahech, indicou o governador, que acrescentou que não conhece a origem dos aviões que perpetraram o ataque.

Este bombardeio é um dos lançados nesta quarta-feira por aviões de origem desconhecida em Lahech, que estava sob o controle da Al Qaeda na Península Arábica (AQPA) antes do Exército a recuperar com o apoio das forças da coalizão árabe em meados de mês passado de abril.

Um desses ataques destruiu uma fábrica de engarrafamento de água ao norte de Al Houta, enquanto outro destruiu uma casa na zona de Yaban al Ar, na região de Yafea.

"A liderança da província de Lahech registrou esta perigosa e surpreendente evolução na província, que consiste em bombardeios lançados por aviões desconhecidos contra vários lugares, o que provocou um crime atroz", acrescentou Al Jabyi no comunicado.

Além disso, o governador chamou o presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi, o governo iemenita e a coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita, para que investigue de forma urgente estes eventos.

Drones americanos e aviões da coalizão árabe lançaram dezenas de bombardeios nos últimos meses contra as posições da AQPA em Lahech e outras províncias no sul do Iêmen.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) e AQPA aproveitaram o atual conflito no Iêmen entre as forças de Hadi e os rebeldes houthis para se expandir pelo sul do país, nas zonas das quais os insurgentes foram expulsos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos