Israel encontra partes do avião ds Egyptair que caiu no Mediterrâneo

Jerusalém, 8 jul (EFE).- Israel encontrou no litoral do país destroços "que provavelmente" devem pertencer ao avião da Egyptair que caiu no Mar Mediterrâneo em 19 de maio, quando 66 pessoas estavam a bordo, informaram nesta sexta-feira aos meios de comunicação locais.

Segundo as autoridades israelenses, os destroços do aparelho, que cobria a rota Paris-Cairo, apareceram na quinta-feira no litoral oeste do país, perto da cidade de Netânia, ao norte de Tel Aviv.

Israel notificou o achado às autoridades egípcias e francesas e entregará as partes achadas às primeiras, provavelmente hoje mesmo, informou hoje o site "Times of Israel".

Das 66 pessoas desaparecidas após a queda do avião, 40 eram egípcias, 15 francesas, duas iraquianas, duas canadenses e uma de cada um dos seguintes países: Argélia, Bélgica, Reino Unido, Chade, Portugal, Arábia Saudita e Sudão.

O A-320 desapareceu do radar na madrugada de 19 de maio após penetrar no espaço aéreo egípcio pouco mais de um quilômetro, e caiu nas águas do Mediterrâneo.

Por enquanto se desconhecem as causas da tragédia, embora espera-se que a análise das caixas-pretas, que foram transferidas à França para sua reparação, esclareça o ocorrido.

Segundo anunciou recentemente o Ministério de Aviação egípcio, a unidade de memória onde estão registradas as conversas dos pilotos está em bom estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos