Sobe para 36 os mortos em ataque a santuário xiita ao norte de Bagdá

Bagdá, 8 jul (EFE).- Os mortos no ataque ao túmulo do imã Said Mohammed, um dos santuários do islã xiita, na cidade de Balad, 80 quilômetros ao norte da capital do Iraque, subiram de 20 a 36 nas últimas horas, informaram à Agência Efe uma fonte médica.

Entre os mortos há três crianças e os feridos chegam a 70.

Um grupo de homens armados vestidos com uniformes militares invadiu esse santuário, situado ao leste de Balad. Além disso, dois terroristas suicidas detonaram seus explosivos na entrada do sepulcro, o que deixou dezenas de mortos e feridos.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI), através da agência de notícias "Amaq", reivindicou posteriormente a responsabilidade pelo ataque contra o santuário xiita e disse que morreram três terroristas, entre eles uma mulher, identificada como Umm Yada al Ansaria.

A agência filiada ao grupo radical disse que o ataque tinha como alvo os fiéis xiitas e o santuário de Said Mohammed.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos