Naufrágio na Malásia deixa 7 imigrantes ilegais mortos e 21 desaparecidos

Bangcoc, 24 jul (EFE).- Sete imigrantes ilegais morreram , 21 estão desaparecidos e 34 foram resgatados do naufrágio de uma embarcação nas águas da Malásia na noite deste sábado, informaram hoje fontes oficiais.

As vítimas são indonésios, homens e mulheres, quase todos sem passaportes ou outros documentos de identidade, segundo o Departamento de Imigração do estado malaio de Johor, citado pelo jornal local "The Star".

"A investigação inicial revelou que o grupo tentava sair do país em uma embarcação simples (...) Embarcaram ontem à noite mas encontraram ondas de até dois metros de altura que fizeram o barco naufragar", explicou o diretor do citado departamento, Rohaizi Ibrahim.

Os primeiros a irem resgatar os náufragos foram os pescadores da região e depois uniu-se ao serviço a Guarda-Costeira.

Os sobreviventes, oito mulheres e 26 homens, estão internados em instalações de Imigração no município de Setia Tropika, um município de Johor Bahru, capital de Johor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos