Humala anuncia que não indultará ex-presidente Alberto Fujimori

Em Lima (Peru)

  • Mike Segar/Reuters

    "Eu não vou indultá-lo e te digo isso de forma clara", disse o atual presidente do Peru, Ollanta Humala

    "Eu não vou indultá-lo e te digo isso de forma clara", disse o atual presidente do Peru, Ollanta Humala

O presidente do Peru, Ollanta Humala, anunciou nesta segunda-feira (25) que não indultará o ex-governante preso Alberto Fujimori (1990-2000), que apresentou na sexta-feira uma solicitação para ter acesso a esse favor presidencial.

"Eu não vou indultá-lo e te digo isso de forma clara", declarou Humala em uma entrevista ao jornalista Augusto Álvarez Rodrich, divulgada pelo noticiário da emissora de televisão local "Latina".

Humala, que entregará o governo na próxima quinta-feira ao economista Pedro Pablo Kuczynski, explicou que, como chefe de Estado, não pode "tomar uma decisão" se não tem as recomendações da Comissão de Graças Presidenciais do Ministério da Justiça.

"Instruí o ministro da Justiça e o primeiro-ministro para que atuem de acordo com a lei", enfatizou.

O governante disse que o ministro da Justiça, Aldo Vásquez, lhe informou que a Comissão de Graças Presidenciais "vai levar em média entre dois meses e dois meses e meio" para entregar suas recomendações sobre o caso.

"Nessas condições, já não vai corresponder a mim tomar esta decisão", ressaltou, em alusão ao fato de que será Kuczynski que deverá tomar uma decisão final sobre o pedido de Fujimori.

O governo do Peru admitiu hoje para trâmite a solicitação de indulto humanitário apresentada por Fujimori, que cumpre uma pena de 25 anos de prisão por crimes contra a humanidade, segundo informou o Ministério da Justiça e Direitos Humanos.

Por sua vez, Kuczynski ratificou hoje aos jornalistas que é contra outorgar um indulto a Fujimori, mas disse que aprovará uma lei, se for proposta pelo Congresso, que permita aos presos idosos cumprir sua sentença em prisão domiciliar.

Humala recebeu em 2013 um pedido dos filhos de Fujimori para que outorgasse o indulto humanitário por motivos de saúde a seu pai, mas rejeitou a solicitação depois de mais de meio ano de exames e relatórios médicos solicitados pela Comissão de Graças Presidenciais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos