Homem diz que matou a mulher após confundi-la com bandido no Chile

Em Santiago (Chile)

Um homem de 71 anos disse que matou a mulher, de 30 anos, na madrugada deste sábado (20), após disparar com uma escopeta de caça contra ela ao tê-la confundido com um criminoso, segundo a polícia. O caso ocorreu na cidade de Padre Hurtado, na região metropolitana da capital Santiago.

O crime ocorreu por volta das 2h no restaurante La Carreta, do qual o homem é proprietário, mas que se encontra fechado para reformas. Os vizinhos chamaram os agentes depois de terem ouvido tiros.

"De forma preliminar, estabelecemos que o dono deste local teria ouvido ruídos na parte externa da loja, motivo pelo qual saiu para verificar a situação com uma arma de fogo", afirmou o delegado Yerko Araya, da Brigada de Homicídios da Polícia de Homicídios do Chile.

A imprensa local identificou o homem como sendo Luis Eugenio Orellana Marchant e a mulher como Nadia Valeska Pardo Cabezas. Segundo a polícia, ele declarou ter disparado sem saber que se tratava de sua companheira, mas a perícia, que ainda está fazendo inspeções no lugar, afirmou não ter encontrado indícios que comprovem a versão do marido.

Familiares contaram a jornais locais que ambos brigavam com frequência e que ela sofria agressões, apesar de nunca ter denunciado. O casal tinha duas filhas adolescentes. O autor do crime foi levado à delegacia da cidade de Melipilla.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos